terça-feira, 31 de agosto de 2010

Momento Remember (atendendo a pedidos)

Aí estávamos batendo aquele papo no escritório. Contando peripécias, anedotas e todo tipo de palhaçada aprontada possível.
E chegamos ao tópico "coisas que já fiz enquanto estava bêbada". Só as piores. Só as mais esdrúxulas. 


Que fique claro: nunca fiquei exatamente bêbada. Mas já estive várias vezes num estado, digamos, de "cômica embriaguez" (oh!)...

E eis que eu me lembro de um episódio épico. Hilário talvez. Hoje eu rio, mas no dia seguinte ao acontecido eu queria mais é morrer ou nunca mais na vida ter que olhar na cara da "razão do meu afeto".
Sim, a cena envolve ele. Sempre. Quando não, amor?

Galera reunida num barzinho de videokê aqui da cidade e uma amiga diz: “Ju, vou inscrever vc”. E eu: “Nem pensar!!!! Morro de vergonha, to meio belda e tals”... geral insistiu e eu (mais louca que o Batman): “Só canto se for Evidências”.
Fodeu. Tive que cantar...
Como um cordeiro pro abate, subi no palco, respirei fundo, mirei o nego o melhor que pude e mandei:

“E nessa loucura de dizer
Que não te quero
Vou negando as aparências,
Disfarçando as evidências
Mas pra que viver fingindo
Se eu não posso enganar
Meu coração
Eu sei que te amo,
Chega de mentiras
De negar o meu desejo
Eu te quero mais que tudo (...)”


Me lembro que teve momentos em que apontei... Cantei praticamente a canção inteira olhando pro impiastro.
Meu, que merda.
Só serviu pra ser o episódio mais trash num caráter ébrio de ser... Aff!





O vídeo ta numa versão mais atual/animada. Pra apagar a memoria.
A minha, claro....


Bejomeligasequiser!
o/’

Um comentário:

O nome dela é Daniela! disse...

Jesssuuiiiss me dá um pedala robrinhooo! rsrs É isssooo ai, remembeerr total!

Faz um post sobre o seu mérito! O tão merecido, não suficiente, mas reconhecidooo!!!