quinta-feira, 24 de julho de 2008

Sobre eu mesma e outras coisas...

Sempre fui calculista. Bem do tipo que não faz nada sem pesar as conseqüências; armo situações; faço o que for preciso para conseguir o que quero.
Não sei dizer se isso é bom ou não.
O problema é que, ao longo dos anos, me tornei também ansiosa, "pavio curto" e sem paciência. Aí deu no que deu: por não conseguir "esperar", meto os pés pelas mãos.
Viu, me passa a garrafa de café?
Sempre deixei claro: nem sempre vou ser a "Juliana boazinha, tapete e capacho". Se doer em mim eu parto pra cima! E cuidado: o veneno desse escorpião é forte pra caramba!!
Não suporto falsidade, mesquinhez, gente "fura olho", gente estúpida, hipocrisia...
Tô com os nervos à flor da pele porque sei que tem gente agindo pelas minhas costas.
Tô pilhada com esse maldito abismo que cavei entre nós. Tô sentindo no fundo da alma o gelo do seu silêncio...
Pedir desculpas não apaga a palavra dita.
Desejar somente não transforma sonho em realidade.
Proporção da minha pisada de bola: imensurável! Agora fica aí, amargando...
Quantidade de chocolate consumido nos últimos 20 dias: cerca de 2 kg, talvez mais.
Pra esquecer: café. Pra acordar: café. Pra não dormir: café.
Pra tirar o gosto: bala de hortelã...
Falando nisso, me dá mais uma xícara de café, faz favor?
Quantidade de vezes que eu tive o mesmo sonho no ultimo mês: todas as noites.
To tão de saco cheio com isso tudo, que "defenestrar" foi a melhor opção que me foi oferecida...
Eu tô por conta. Falta 1 gota pro meu copo transbordar. Sabe o por quê? Estou farta de te ver pagando de otário na frente dos outros. E dessa vaca que fica te iludindo só pra te ter nas mãos.
Quer saber mais? Por mim, vocês que se danem! Cansei!!!!
Uma coisa é certa: não vou mais ficar sentada naquele banco, esperando o entardecer. Eu escolhi você. Você se absteve. Paciência!
Eu sou assim mesmo. Cheia de defeitos. Jamais serei perfeita, graças a Deus! Meus erros me possibilitam crescer sempre e a ciência disso me é reconfortante.
E outra: eu mereço mais do que essas migalhas que me foram oferecidas. Porque eu sou maior do que isso. Maior do que essa paixãozinha adolescente que tomou conta de mim, que me corrói, que aflora meu lado mais insano. E também porque eu mereço mais do que essa amizade hipócrita e cheia de máscaras...
Estou convencida de que muita coisa vai mudar daqui pra frente. A começar por mim, que estou farta de sofrer e de correr atraz... Creio que este seja o ultimo post que escrevo a respeito disso. Esse assunto já deu o que tinha que dar. (Há 7 dias estou rascunhando este post).

A sensação de ponto final me consome.



" (...) Sonho com alguém que você não é
Eu me entreguei demais
Eu imaginei demais
E o silêncio fala mais (...)
Foi um devaneio meu
Um veraneio seu
E um outono inteiro em minhas mãos..."
(Devaneio - Jorge Vercilo)

2 comentários:

Stéfani disse...

bom....tudo o que eu tinha pra comentar sobre isso ja falei ontem....mas eu fico mesmo chateada em ver essa situação....
vc tem uma versão feminina de um inimigo do Batman....o Duas Caras....rsrsrs
que conparações.....axo melhor eu para de escrever....
flw
bjoks

Dani Fontana disse...

Amigaaa!! Reverencias a vc!!! Que texto mais perfeito!!! Me vi em mtas partes dele ...
Você com certeza é mtooo melhor do que tudo e pode ter certeza que se por um acaso você não conseguir nada, quem estará perdendo é ele e não você!
Lembre-se: Vivemos esperando, dias melhores! Dias de paz! Dias a mais, dias que não deixaremos para trás! ;)
E pode deixar que a "vaca" vai pastar e vai comer mta grama ainda!! Vaca!! Aproveitadora!! Vaca!!! Egoista!!! Vacaaaaaaa!

E vms tomar o chocomaltine que a gente ganha mais!!!

Amoo vc mais que limonada suiça do Seu Zezinho!!